Studio Integral SP

Studio Integral SP

Centro de Treinamento e Formação
Certificação Internacional Yoga Alliance USA

Agenda Mãe - Mirra Alfassa
Agenda Mãe - Mirra Alfassa

 Março 17, 1961 

 Por que o tigre age de acordo com sua natureza e não sabe nada além da sua natureza, então ele é Divino e não há maldade nele.

Se ele questionar a si mesmo, talvez então ele se torne um criminoso.

 

O que seria a natureza verdadeira  do homem, estado natural?

Por que ele então se questiona?

O homem na terra é um ser transicional e como consequência, no curso da sua evolução, ele tem tido muitas naturezas sucessivas, seguindo uma  curva ascendente que continuará a seguir até ela tocar o limite da natureza do supra mental, que será transformado no super  homem. Esta curva é o espiral do desenvolvimento mental.

Nós tendemos a aplicar a palavra natural toda manifestação espontânea não resultando de uma escolha ou uma decisão pré concebida – ou seja – sem a intrusão das atividades mentais. É por esta razão, que um homem com  apenas um pouco do espontâneo vital mental  parece mais natural para nós em sua simplicidade.

Mas essa naturalidade tem uma grande semelhança ao animal, e é um pouco baixo na escala da evolução do homem. O homem não recuperará esta espontaneidade livre da intrusão mental até ele atingir um nível supramental, até ele ir além da mente e emergir dentro da Grande Verdade .

Até esse ponto, todos os seus modos de ser são naturalmente natural. Mas com a intrusão da mente, evolução era, se não falsa, então deformada, por que pela sua própria natureza- a mente - foi tocada pela perversão e se tornou perversa, quase mesmo no seu começo, ou para ser mais exata, foi pervertida pelas forças asuricas. E o que parece não natural para nós é este estado pervertido. A qualquer custo, é a deformação.

Você pergunta, porque o homem questiona a si mesmo, mas isto é a natureza da mente.

Juntamente com a mente veio a individualização, um senso agudo de separação e mais ou menos uma sensação precisa de liberdade de escolha – tudo isto, todos os estados psicológicos , são consequências naturais da vida mental, e que abre a porta para tudo que enxergamos agora, desde das piores aberrações, até o mais rigoroso dos princípios.

 

A impressão do homem de ter a liberdade de escolha entre uma coisa ou outra é uma deformação do principio verdadeiro,  que será totalmente realizado apenas quando a alma governar o ser.

A vida do homem seria totalmente a verdadeira expressão consciente da vontade Suprema, traduzida individualmente. Mas no estado normal humano, este estado ainda é extremamente raro e não parece tão natural para a consciência comum  humana – parece quase super natural.

O homem questiona a si mesmo, por que o instrumento mental é feito para ver todas as possibilidades e por que o ser humano sente que é livre para fazer escolhas.  E a consequência imediata são as noções de bom e mal, certo e errado, e todas as consequentes misérias. Isto não pode ser chamado de algo ruim. É um estado intermediário –  um estado não tão agradável, mesmo assim, é sem dúvida inevitável para o desenvolvimento.

 

 




Todos Direitos Reservados - Studio Integral SP 2021